Pintura industrial é a técnica de proteção anticorrosiva mais usada para promover proteção do aço contra a corrosão. Na engenharia de construção de equipamentos e de instalações, o principal material usado é o aço; que é uma liga de ferro e carbono, com o teor de ferro maior que 95%. É um metal de baixo custo, que possui propriedades mecânicas extremamente úteis para a indústria; mas que também tem a característica de corroer quando em contato com o meio ambiente; e a maneira mais barata de inibir a corrosão do aço é a pintura industrial.

Pelo motivo do aço ser o metal mais usado na indústria a pintura industrial trata principalmente da pintura do aço.

A pintura industrial é; comprovadamente; o meio de proteção contra a corrosão mais empregado no mundo devido às diversas vantagens que apresenta. Seguem abaixo as mais importantes:

-Fácil aplicação;

-Atraente relação custo x benefício;

-Fácil manutenção;

-Promove impermeabilização;

-Protege o aço da corrosão, com eficiência;

-Impede a aderência de vida marinha em casco de embarcações e boias;

-Fornece capacidade de sinalização devido a possibilidade de variação de cores;

-Proporciona estética;

-Aplicando tintas especiais, fornece diversos outros benefícios como isolamento elétrico, redução acústica, tintas indicadoras de temperatura;

-Aplicando tintas de cores claras e refletivas, é possível além da proteção anticorrosiva, a redução de perda por evaporação de líquidos muito voláteis; e muitos outros benefícios podem ser obtidos com o uso da técnica de pintura industrial .

Pode-se considerar basicamente duas etapas essenciais para a pintura industrial que são o pré-tratamento e a pintura propriamente dita; ambos de extrema importância para que os objetivos sejam atingidos. Os profissionais envolvidos nestas duas etapas são específicos e como tal devem ser colocados em suas funções. Devem ser treinados e reciclados conforme as exigências e diversidades do trabalho e de acordo com os equipamentos que utilizam. Embora o pré-tratamento e a pintura sejam etapas distintas, devem ser muito bem sincronizadas e planejadas e é muito importante a ação da inspeção durante todo o processo.

Como exemplo de profissão específica para o pré-tratamento temos o jatista; operador do sistema de jateamento com abrasivos.

O pintor industrial é outro exemplo. Profissional que necessita de conhecimento superior ao do pintor civil porque vai lidar com tintas 2 componentes e precisa saber aplicar tinta com pistola convencional e sem ar, além de rolo e trincha.

O responsável por um processo de pintura industrial deve ter o conhecimento necessário para planejar o trabalho levando em consideração a sincronização entre pré-tratamento e pintura do primer, tempo de repintura das tintas do esquema aplicado, tempo de secagem das tintas para movimentação das peças, luminosidade e limpeza da área para evitar reprovação do aspecto visual da pintura.

Além disso, um sistema de pintura vai necessitar de uma base técnica que ajude o executor do processo a obter uma película de tinta com as características fundamentais para cada caso. Em geral a película de tinta deve apresentar as seguintes características básicas: coesão, adesão ao substrato, absorção e transferência de umidade; além de resistência química,a abrasão, a temperatura, ao intemperismo e a ação bacteriana.